sexta-feira, 21 de maio de 2010

Capacidade da Terra de Acomodar Vasta População

Quanto espaço pode este planeta fornecer para todos os que obtiverem a vida na nova ordem de Deus? Haverá o suficiente? Bem, considere a superfície da terra: É de cerca de 510.000.000 de quilômetros quadrados de área. Mas, 71 por cento dela é água. A superfície terrestre é de 29 por cento, ou de cerca de 148.000.000 de quilômetros quadrados. Isto é bem mais de 14.500.000.000 de hectares. The World Book Enciclopedia de 1970 diz sobre a população da terra: “Se todas as pessoas do mundo fossem distribuídas eqüitativamente, haveria cerca de 63 pessoas para cada milha quadrada [2,59 km2 ou 259 hectares] de terra.” Isto significaria cerca de quatro hectares para toda pessoa viva hoje! Sim, a terra pode acomodar muito mais pessoas que a sua atual população.

Entretanto, através da história humana, muitos bilhões de pessoas já viveram na terra. Quantos? Bem, há quanto tempo vive o homem na terra? Segundo a cronologia bíblica, há quase 6.000 anos. Mas, deve-se lembrar que, depois de 1.656 anos da história humana, a população da terra diminuiu drasticamente — para apenas oito pessoas! Isto se deu por causa do dilúvio dos dias de Noé. (1 Ped. 3:20) A população da terra cresceu consideravelmente durante os próximos 2.370 anos até o começo de nossa Era Comum. Todavia, quando Jesus Cristo estava na terra, a população humana, segundo certas estimativas, talvez não tenha sido de mais de 250 milhões de pessoas. Com efeito, The World Book Encyclopedia (1970) estabelece uma estimativa de cerca de metade daquele total — de apenas 133 milhões.

É apenas nos séculos recentes que a população da terra cresceu tremendamente. Neste respeito, o Dr. Albert L. Elder, como presidente da Sociedade Estadunidense de Química, declarou numa reunião dessa sociedade em 1960:

“Foram precisos mais de 5.000 anos da história humana até por volta de 1820, para se atingir a população mundial de 1,1 bilhão de pessoas. No século seguinte, a população dobrou. Agora, reside por volta de 2,8 bilhões e poderia atingir 3 bilhões no início da década de 1960 [como aconteceu mesmo]. Assim, em menos de 50 anos houve um aumento da população equivalente ao que ocorreu durante os primeiros 50 séculos.”

Assim, os que vivem hoje representam considerável número dos que já viveram nesta terra. Com efeito, em 1966, um orador perante o congresso da Associação Farmacêutica do Estado da Flórida, comentou: “Calcula-se agora que 25 por cento de todas as pessoas que já viveram estão vivas atualmente.” — Journal de Jacksonville, de 18 de maio de 1966.

À base desse cálculo, a população através de toda a história humana seria apenas de cerca de 14.000.000.000 de pessoas. Mas, suponhamos que muitas mais tivessem vivido na terra. Adicionemos 10.000.000.000 de pessoas mais e suponhamos que uma população de 24.000.000.000 de pessoas esteja envolvida. Será que haveria lugar para elas? Bem, visto que a terra tem mais de 14.500.000.000 de hectares, haveria bem mais de meio hectare de terra ou seis mil metros quadrados para cada pessoa! Mas, será que seis mil metros quadrados seriam suficientes para produzir o alimento necessário? Há boa razão para se crer que apenas uma fração desses seis mil metros quadrados seriam necessários para o alimento, deixando espaço para áreas de recreação e santuários para a vida animal e vegetal.

3 comentários:

Claro3Gsinaisdefumaça disse...

"Mas, deve-se lembrar que, depois de 1.656 anos da história humana, a população da terra diminuiu drasticamente — para apenas oito pessoas!" O artigo estava bom até aqui ... 8 Pessoas? Tá.

Freitas disse...

Há um erro de calculo nessa estimativa!

A população pode crescer dentro de um período de tempo de 1 para 1.000.000; mas dentro do mesmo período podem ter residido no planeta 20.000.000 de pessoas! A estimativa citada não leva em consideração as taxas de natalidade e mortalidade dentro do período.

É como uma conta bancária que pode evoluir de $100,00 iniciais até $10.000,00 mas no mesmo período pode ter movimentado $5.000.000,00. Ou seja, deve levar em conta a movimentação no período a entrada e saída de dinheiro; bem como no caso da estimativa da população que já viveu no planeta deve levar em conta os nascimentos e mortes no período.

Anônimo disse...

É tudo culpa do crescer e multiplicar-se!

Como o Freitas falou tem a movimentação, o valor de cada pessoa e as destruições em massa nas guerras, interesse dos nossos visitantes!

Somos uma colônia de frangos para o espaço!